Ruínas de Tulum: O que ver, como chegar e muito mais

Compartilhar este artigo

As ruínas de Tulum foram consideradas como a cidade maia mais importante do estado de Quintana Roo. Foi um dos maiores centros habitados após a chegada dos espanhóis em 1518 (embora logo se tornasse uma ruína), e hoje é sem dúvida a principal atração turística em toda a costa leste da Península de Yucatán.

Com certeza é um dos passeios mais legais para fazer na Riviera Maya, e para quem não conhece a região pode ser um pouco confuso chegar até as ruinas, apesar de contar com uma boa sinalização.

Por isso, neste guia vou mostrar para vocês como visitar a zona arqueológica de Tulum, com informações e conselhos práticos. Vamos lá?

História das ruínas de Tulum

 História ruínas de tulum

De todo o mundo maia, esta cidade é uma das mais recentes, pois teve seu apogeu máximo após a queda de outras grandes cidades da região: Chichén Itzá e Mayapán, entre 1250 e 1550. Tulum manteve a sua população até o momento da chegada dos conquistadores espanhóis, e foi a partir de então que seu declínio começou.

Seu nome original era Zamá (“nascer do sol”) e é devido à sua localização em frente à praia, sendo o primeiro local onde os raios do sol atingiam ao amanhecer. Essa proximidade com o mar também lhe permitiu dominar o comércio marítimo, sendo essa uma de suas principais atividades.

A cidade de Tulum foi dedicada ao planeta Vênus, relacionado ao Deus Descendente, por isso podemos ver sua imagem nas fachadas de alguns edifícios, como o Templo do Deus Descendente.

Tulum

Era uma cidade moderna, cercada por uma forte muralha que a protegia e se organizava nas ruas, onde eram distribuídos edifícios de diferentes usos (residencial, religioso, civil…). De todas as suas estruturas, a mais importante é a conhecida como El Castillo, bem no penhasco de frente para o mar.

Seguro viagem para o México

Contrata agora o melhor seguro viagem e curta as suas férias sem preocupações. O seguro não é caro e pode te salvar em várias situações, desde internações até extravio de bagagem.

Onde estacionar nas ruínas de Tulum?

entrada ruinas de tulum

Há dois lugares onde você pode deixar seu carro para visitar a Zona Arqueológica de Tulum: na nova entrada, que fica na estrada para Cancun e Playa del Carmen, e na estrada antiga, que passa pelas praias e você pode chegar pela zona hoteleira de Tulum. No primeiro, há um estacionamento enorme, e quando você chega, vê muitas pessoas acenando para estacionar, até chegar a uma rotatória, a cerca de 800 metros da entrada, onde você não pode mais continuar com o carro.

Preço do estacionamento em Tulum

Os estacionamentos aqui variam de 50 pesos a 180 pesos. Então, se você não quiser andar até a entrada do sitio arqueológico, há um pequeno trem que pode te levar por 20 pesos. O estacionamento e o trem são empresas independentes do sítio arqueológico. Então, o que recomendo e o que sempre faço é chegar pela estrada da praia. Depois da praia de Santa Fe, há uma guarita com uma barreira, proibindo a passagem de carros.

Mas logo antes (entre esta guarita e o desvio para Playa Santa Fe) na margem direita, você pode estacionar seu carro sem nenhum custo. O resto do caminho é feito a pé até a entrada (cerca de 400 metros) e o bom é que você terminará a visita à Zona Arqueológica muito perto do seu carro. Você economiza o estacionamento e o trem.

Chegue conectado a Tulum com 10% de desconto

Com a Brasil Roaming você já sai do Brasil conectado e desembarca em Tulum com internet ilimitada. Contrata agora e curta muito as suas férias no caribe mexicano. Para garantir seu desconto basta colocar #GUIAMEXICO10 no momento da compra. Aproveite!!!

Como visitar a Zona Arqueológica de Tulum

Mapa de tulum

Depois de deixar o carro na estrada da praia, você passa pelo portão de acesso ao sul e continua andando por cerca de 400 metros até a bilheteria. Lá você compra seu ingresso (e pode conhecer um dos habitantes mais comuns deste lugar, o Quati).

Embora em outros locais o ideal seja ir diretamente para a ruína principal e desfrutá-la com menos pessoas, em Tulum é mais complicado, pois a rota recomendada é em forma de loop. Isso significa que se você for ao castelo primeiro, terá que voltar para visitar outras ruínas e depois refazer seus passos, então siga o fluxo que você vai caminhar menos e aproveitar mais!

A visita começa caminhando para o norte, a trilha se torna agradável, sempre caminhando à sombra das árvores. Até você encontrar a primeira bifurcação. Recomendo que você continue do lado direito para visitar a Casa del Norte. Depois, você pode atravessar o campo em direção à Casa del Cenote ou atravessar o muro novamente e sair.

ruinas arqueologicas de tulum

Casa del Cenote

A Casa del Cenote é o extremo norte do sitio arqueológico, e é bastante interessante. Em seguida, em uma das pontas, você verá uma pequena torre de frente para o mar, a Casa do Deus do Vento.

Agora você terá que percorrer um pequeno caminho para entrar de novo no recinto. Você estará em uma das avenidas da cidade antiga, onde verá à sua direita o Grande Palácio e a Casa das Colunas, e à sua esquerda ao fundo, ao lado do castelo, o Templo do Sol Descendente, com seu relevo peculiar.

É hora de ir ao grande protagonista: El Castillo. Você pode rodear pela parte que fica de frente para o mar, para contemplá-lo de todos os lados, embora você não possa subir às suas ruínas, como em qualquer um dos edifícios desta área. Se você for para a parte traseira, terá um ponto de vista esplêndido da Casa do Deus do Vento, da pequena enseada e do mar.

fotos de las ruinas de tulum

El Castillo

Em seguida, existem algumas escadas que descem para a famosa praia, onde você pode tomar um banho com calma e apreciar uma das mais belas vistas da Riviera Maya. Já novamente na parte superior, se você seguir o caminho que percorre a costa em direção ao sul, existem vários pontos de onde você pode obter as melhores vistas do castelo à beira-mar.

Deixando o castelo para trás, é hora de seguir em direção à saída. Mas antes é necessário parar para fazer umas belas fotos em frente ao Templo de los Frescos e contemplar suas paredes decoradas. A partir daqui, se você ainda tiver energia, poderá caminhar pela grande avenida ao norte novamente (verá a outra fachada do Grande Palácio e a Casa das Colunas). Ou siga em direção à saída, por um caminho que atravessa uma pequena selva que leva você até a estrada de acesso ao sul.

O que visitar nas ruínas Tulum?

Estes são os edifícios mais importantes de Tulum:

Casa del Cenote

Casa del Cenote

É um edifício construído sob uma caverna conectada a um cenote. Já sabemos a importância ritual que esses depósitos naturais de água tiveram na cultura maia. Aparentemente, também foi usado como um túmulo.

Templo del Dios Viento

El Castillo

O Deus do Vento era adorado em muitos lugares na Mesoamérica. Na cultura maia, está relacionado a Kukulkán, e este templo foi dedicado a ele.

Sua principal característica é sua base circular, sobre a qual este pequeno templo foi construído. Além de sua localização, juntamente com o castelo, é o cartão postal mais famoso de Tulum.

Palacio del Gran Señor

Passeios na Riviera Maya

Era o lugar onde os habitantes mais importantes da comunidade viviam, entre eles obviamente o Grande Senhor, ou “Halach Uinik” e sua família. Várias salas e colunas podem ser vistas.

Casa de las Colunas

ruinas de tulum historia

É uma das maiores estruturas do recinto, construída sobre uma base em forma de L. Na entrada principal, as colunas que dão esse nome ainda são preservadas. Era um palácio onde acordos comerciais foram assinados.

Templo del Dios Descendiente

distancia entre playa del carmen y las ruinas de tulum

Este pequeno templo é um dos mais bonitos de Tulum. Seu nome é devido à escultura de uma figura com asas que desce do céu. Vemos a representação desse Deus com um cocar, pernas abertas e braços para baixo, segurando um objeto nas mãos.

A construção do templo apresenta uma curiosa assimetria e, na época, foi completamente decorada com pinturas nas paredes, que infelizmente foram perdidas.

El Castillo

É a estrutura mais alta de Tulum e a mais importante. Foi construído sobre uma rocha com vista para o mar do Caribe. Tem uma grande escadaria central, em cujos lados existem dois pequenos templos onde as ofertas costumavam ser feitas. A estrutura superior era o local onde os rituais religiosos eram realizados.

É um edifício impressionante, que serviu de guia para os barcos que se aproximavam da costa. O México possui o segundo maior recife de coral do mundo e não foram poucos os navios que afundaram tentando se esquivar. O castelo funcionava como um farol (durante a noite era iluminado com tochas) para indicar aos barcos onde eles deveriam virar para pegar o canal que se abria no recife.

Templo de los Frescos

Riviera Maya

Em suas paredes internas, uma série de pinturas que representam seres sobrenaturais do submundo são preservadas. Eles são um dos exemplos mais importantes da pintura maia. A parte externa do templo é decorada com máscaras do deus Itzamná.

Quanto custa a entrada para as ruínas de Tulum?

A entrada para as ruínas de Tulum é de 75 pesos. Muitos visitantes perguntam por que o preço de Tulum é muito inferior ao preço de entrada em Chichén Itzá. O preço de Chichén Itzá é mais elevado por estar no estado de Yucatán, que além da taxa de entrada para o sitio arqueológico também cobra uma taxa estadual. Tulum está no estado de Quintana Roo, que cobra somente o valor para o INAH (Instituto Nacional de Antropologia e História).

Dicas para visitar as ruínas de Tulum

Estas são algumas recomendações para aproveitar ao máximo a sua visita a Tulum:

  • Recomendo sempre chegar aos sítios arqueológicos o mais cedo possível! Essas ruínas são uma das paradas principais dos passeios feitos em Playa del Carmen; portanto, chegará um momento em que todos os ônibus começarão a invadir o local e estará lotado de pessoas (fica insuportável). Além disso, se você quiser estacionar o mais próximo possível, chegar mais cedo oferece mais opções!
  • O horário é das 08:00 às 17:00, eu cheguei ao acesso sul às 07:45 e havia apenas 3 carros estacionados (e eram trabalhadores). Quando saí, por volta das 10:00, havia cerca de 10 carros. O melhor é que durante a visita não tinha mais de 50 pessoas. Então, levante-se cedo!
  • O que levar? É melhor usar roupas leves e confortáveis​​ (o calor é tremendo), você não precisa usar um sapato fechado (a área é plana e você anda em trilhas).
  • Muito importante: filtro solar e muita água. Você também pode ir de maiô e levar uma toalha, pois é permitido nadar na praia.
  • Se você não tem um meio de transporte ou deseja fazer um tour às ruínas de Tulum, existem vários que incluem transporte, um guia em espanhol, taxas de entrada e, em alguns casos, comida.
  • Não esqueça o repelente, pois há muitos mosquitos em algumas áreas.

Se você quer mais dicas das ruínas de Tulum ou da Riviera Maya, deixa seu comentário ou escreva direto no Instagram do Guia México.

Reserva agora seu passeio em Cancun em até 12 vezes e sem pagar IOF

Vai viajar ao México? Resolva agora a sua viagem com as melhores ofertas!

Apesar de que o Seguro Viagem não é obrigatório para viagens ao México, eu recomendo muito a contratação. Eu mesmo já precisei durante minhas viagens e me ajudou a economizar mais de 1000 dólares por uma internação.

Além disso, pode ser muito útil para te auxiliar em extravios de bagagem e outros imprevistos. Para contratar o melhor seguro viagem, utilize o Seguros Promo. Com o Seguros Promo você conhecerá as melhores opções para a sua viagem ao México. E se você utiliza o cupom GUIAMÉXICO, você ajuda este blog a seguir dando excelentes dicas e ainda ganha 5% de desconto!

Compartilhar este artigo

Rafael Couto

Jornalista, empreendedor e louco por viagens. Morou por 15 anos no México e durante este tempo teve a oportunidade de viajar por praticamente todo o país. Criou o Guia México para mostrar aos brasileiros o que há de melhor na terra da tequila e dos mariachis através das suas próprias experiências. Acompanhe o Guia México nesta aventura!

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

eBook grátis

Passo a passo para umas férias incríveis em Cancun

eBook grátis

Passo a passo para umas férias incríveis em Cancun